Falta de dinheiro não é o principal fator que impede o crescimento de micro e pequenas empresas no Brasil

Os empreendedores, muitas vezes, não sabem qual é o ponto-crítico que impede o crescimento da empresa.

A falta de dinheiro não é o principal problema da maioria das micro e pequenas empresas. Na maior parte das vezes o problema é a dificuldade de gestão, que vai muito além de saber lidar com o dinheiro. É o que constatou Ana Paula Pezzoto Lima, co-fundadora e CEO da Canguru Expert, startup que acelera micro e pequenas empresas.

Depois de três anos de trabalho com os empreendedores, a executiva percebeu que os empresários, tantos os que já estão há muitos anos no mercado quanto os novos, não reconhecem que precisam de ajuda para aprimorar seus negócios. E isso, infelizmente, acaba estagnando o crescimento da empresa.

“Quando eu converso com os empreendedores, vejo que eles já estão dando o melhor de si pelo negócio e não enxergam perspectiva de crescimento. Eles não compreendem qual é a causa-raiz das dores que estão enfrentando em seus negócios, explica a executiva.

Entre as principais dificuldades dos empreendedores na gestão de suas empresas estão:

  • falta de estratégia de planejamento estratégico;
  • dificuldade de fazer a gestão financeira;
  • não saber criar um plano de vendas e metas;
  • ineficiência na operação do negócio sem controle de processos;
  • não utilizar ferramentas de marketing e comunicação para atrair mais clientes;
  • baixo engajamento com parceiros, equipe e clientes que poderiam criar novas oportunidades de negócio.

Por isso, a especialista ressalta que para alcançar o sucesso empresarial é preciso saber qual é a causa-raiz que impede o crescimento sustentável da empresa. “Quando se chega nesse ponto, a ajuda de um expert no assunto específico é fundamental para que o empreendedor possa superar o problema e ver o negócio deslanchar”, conta. 

Esse foi o caso de Ana Paula Silva, proprietária da Chic Chic Morena, loja de roupas sediada em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, que comercializa peças presencialmente e via e-commerce com entrega para todo o Brasil. A empreendedora conseguiu dobrar o faturamento em um mês após a mentoria com o Mentor Canguru expert em vendas Sérgio Kunio Kawanami.

Além dos negócios da família, ela é coordenadora e professora, mas entrou no mundo da moda em junho de 2020, em plena pandemia. Até o final de 2021 ela não enxergava um crescimento sustentável na empresa.

Ela sentiu a necessidade de procurar ajuda, e a Canguru entrou na vida da empresa para dar um direcionamento para a empreendedora. “Nós fizemos um diagnóstico e entendemos que primeiro era preciso aumentar as vendas para colocar mais “sangue nas veias do negócio”, relata a CEO da Canguru. 

O trabalho foi minucioso, da organização das peças até oferecer um “cafezinho” para o cliente. “Eu descobri que precisava começar pelo básico, olhar para o nosso negócio com o olhar do cliente e pensar: ‘o que eu estou vendo aqui é o que eu gosto?’ Eu gosto da organização, gosto da limpeza, gosto de como estou sendo atendida, então são coisas básicas que fizeram toda a diferença”, conta a empreendedora. “Depois de implantar as mudanças sugeridas pelo mentor, teve cliente que me perguntou se a loja era nova”, recorda. 

Mas o pulo do gato, ou do canguru, como a CEO costuma dizer, foi fazer um planejamento estratégico de vendas, começando pela definição do perfil da cliente com base no histórico de compras e pesquisa para entender melhor suas preferências, para só então traçar o plano de execução e metas. 

“Eu consegui definir o estilo dos meus produtos, focando em uma moda casual. Antes, eu vendia também peças plus size, mas, depois da mentoria, entendi que o ideal é ter um espaço exclusivo para esse público, que definirei em um segundo momento”, relata a empreendedora.

“O que vemos diariamente na rotina da Canguru é que os micro e pequenos empresários não reconhecem que precisam de ajuda com seus negócios. Eles não se motivam com a oportunidade que o conhecimento em gestão pode gerar porque não compreendem como implementar em seus negócios. Por isso, estamos prontos para ajudá-los”, completa Ana Paula Pezzoto Lima. 

Por fim, a proprietária da Chic Chic Morena entendeu que seu maior problema como empreendedora não era a falta de dinheiro para investir mais no seu negócio. Um olhar externo, do Mentor Canguru, possibilitou que ela enxergasse isso e trabalhasse para remodelar o que vinha sendo feito, sem gastar nenhum centavo a mais.

Como funciona a mentoria da Canguru Expert

O primeiro passo é entender a dificuldade do empreendedor por meio de um diagnóstico, feito pela equipe Canguru, que aponta a principal dificuldade que impede o crescimento da empresa. 

Ao identificar a prioridade a ser tratada, o Mentor Canguru é selecionado e convidado a adotar o empreendedor pelo seu conhecimento e experiência na área da maior dificuldade que o empresário está passando. Isso torna as mentorias muito mais assertivas, atacando diretamente o ponto crítico do problema de forma técnica e humanizada, porque o mentor tem o desejo genuíno de deixar um legado de desenvolvimento pelo progresso do País.

O Mentor Canguru orienta e auxilia na criação do plano de ações, e acompanha o empreendedor na execução de cada etapa desse plano no decorrer das sessões, adaptando técnicas e metodologias sofisticadas à realidade do empreendedor – e isso, de fato, acelera o crescimento do negócio.

Os resultados são garantidos e, o que é melhor, em um curto período de tempo. “Como conectamos o empreendedor a um mentor que é especialista naquele problema que ele enfrenta, o resultado é preciso”, conta a CEO da Canguru.

Redação

Read Previous

Startup promete o ‘match perfeito’ entre empreendedor e mentor para acelerar Micro e Pequenas Empresas