O que é Assistente Virtual?

por Karen Piasentim e Priscila Spina (*)

Já ouviu falar sobre a Profissão de Assistente Virtual, mas não sabe direito como tudo isso funciona? Já pensou em ser uma Assistente Virtual, mas ainda não tem clareza se você pode ser uma? Neste artigo você vai descobrir como essa profissional pode ser útil para empresas de diversas áreas de atuação e ainda 10 itens que vão tirar todas as suas dúvidas sobre esse ramo de negócios tão promissor!

Sim: negócio! Assistente Virtual é uma profissional autônoma, empreendedora que pode prestar serviços diversos para o apoio a profissionais liberais, pequenos empresários, negócios locais, infoprodutores, agências de marketing digital e de lançamentos.

Nesse artigo você vai descobrir:
1 – O que é Assistente Virtual?
2 – Como começar e como funciona?
3 – O que a Assistente Virtual faz e como é a rotina?
4 – Quanto ganha? É fixo ou por comissão?
5 – Quais são as exigências? O que preciso fazer?
6 – Quais são as áreas de atuação?
7 – Quais os serviços que a Assistente Virtual pode oferecer?
8 – Como ser profissional e começar a trabalhar?
9 – É necessário ter faculdade?
10 – Para engrenar na Profissão Assistente Virtual siga o passo a passo.

Notem bem: Usamos a sigla AV para Assistente Virtual e PAV para Profissão Assistente Virtual, por isso essas siglas aparecem no texto com frequência para te ajudar em uma leitura dinâmica e eficiente.

1 – O que é Assistente Virtual?
Assistente Virtual é uma profissional, dona de seu próprio negócio que cria e oferece seus próprios pacotes de produtos e serviços para assessorar, dar suporte, ajudando a viabilizar processos nas mais diversas áreas de uma empresa ou negócio. Sem dúvida, ela pode escolher entre as áreas de atuação as que ela possa começar a trabalhar imediatamente, com as habilidades que já tem, e depois ir aprimorando, fazendo cursos e se profissionalizando na área.

Atualmente, muitas Secretárias em todos os níveis trabalham como AVs, oferecendo seus serviços de forma remota. Mas, muitas mulheres que já trabalharam anteriormente nas áreas administrativa, financeira, vendas, comercial, contábil, jurídica, SAC etc. podem facilmente se tornar uma Assistente Virtual.

Por ser empreendedora, a AV faz seu próprio salário e consegue fechar vários contratos com diversos clientes para aumentar ainda mais seu portfólio e seu faturamento mensal.

Após trabalhar em diversas áreas de atuação, ela pode escolher a que mais gostou e então ser especialista em determinada área para se destacar ainda mais.

O início da carreira das mentoras:

Priscila Spina começou sua carreira como AV, criando conteúdos, e-books, fazendo decupagem de vídeos em canal do YouTube, criando sites, páginas de captura e de obrigada e até como Social Media, fechando contratos fixos e contratos mensais, semestrais e anual com vários clientes.

Karen Piasentim é Secretária Executiva Bilíngue graduada e pós-graduada na área com mais de 15 anos de experiência como Secretária em multinacionais. Começou a empreender em 2011 e em 2014 deixou o trabalho CLT definitivamente para se dedicar aos seus próprios negócios. Em 2019 reuniu suas expertises com Secretária Executiva, Coach e Empreendedora e começou a ministrar treinamentos para Assistente Virtuais.

Juntas, em 2020, fundaram o Profissão Assistente Virtual – PAV, um programa de treinamentos, cursos e mentorias e também a Agência PAV que atua ajudando empreendedoras a venderem todos os dias usando o poder da internet. Visto que as duas mentoras são Consultoras Certificadas pela Builderall e possuem ampla experiência no mercado de marketing digital, uniram as capacidades: Mente e Prática para criarem seus negócios.

E você, o que está faltando para se tornar uma Assistente Virtual?

2 – Como começar e como funciona?
Em primeiro lugar faça uma lista de todas as habilidades que você já possui adquiridas ao longo de sua vida profissional, experiências, cursos que fez, formações etc. Em seguida faça outra lista de coisas que gosta de fazer, por exemplo: Gosto de escrever, sou ótima em redação, amo criar conteúdo, gosto de criar posts no Canva, gosto de gravar vídeos, enfim, coloque tudo o que vier na cabeça.

Seu próximo passo é criar seus pacotes de produtos e serviços, clique aqui e conheça os 21 produtos e serviços para criar e vender na internet.

Após definir o que você vai vender e precificar, é muito importante desenvolver sua identidade visual. Busque um profissional especializado para cuidar da sua marca, logo e comunicação.

Crie sua página de vendas com seus pacotes de produtos e serviços. Ter sua estrutura própria é um diferencial, você transmite profissionalismo, ganha credibilidade e além disso, consegue colocar seu portfólio e depoimentos de clientes satisfeitos.

Depois crie seu Instagram e Página no Facebook profissionais. Integre, configurar e automatize as duas redes sociais.

Por último, não menos importante, você precisa instalar o WhatsApp Business e deixar seu negócio mais profissional e completo com seu catálogo de serviços e dados comerciais sempre atualizados.

Procure ajuda para construir sua estrutura. Você pode aprender como fazer tudo isso ou a Agência PAV pode fazer isso para você!

3 – O que a Assistente Virtual faz e como é a rotina?
A AV faz muitos trabalhos e fecha vários contratos com diversos clientes. Ela escolhe se fará tarefas administrativas, financeiras, de atendimento, relacionadas ao marketing digital, marketing de conteúdo, marketing estratégico, designer ou até mesmo atuar fazendo copies, anúncios para clientes ou social media.

A rotina precisa ter muita disciplina para abrir e fechar sua empresa todos os dias, se decidiu trabalhar de manhã, nada e ninguém podem te interromper nas 5 horas por dia que separou para trabalhar. Nada quer dizer, nem a louça na pia, muito menos a máquina de lavar e a faxina da casa.

Trabalhando em casa: Para trabalhar em casa Priscila e Karen são mães, determinadas, organizadas, com foco, sabem muito bem dividir o tempo e lidar com a tripla jornada. Hora de trabalhar é sagrada na mesma proporção do tempo de qualidade com Deus e com os filhos. As duas não abrem mão do final de semana, das noites de sono para viver só do trabalho, muito pelo contrário, sabem dividir sua agenda e fazer escolhas certas de acordo com as prioridades.

Tenha uma agenda, um ambiente de trabalho organizado, um horário específico para trabalhar, assim quando estiver fazendo atividades físicas vai se concentrar e não ficará pensando no que precisa ser feito para o cliente A ou B. Se você decidir ser Social Media, por exemplo, não vai postar todos os dias e sim agendar os posts de 30 dias seguidos para seu cliente em 5 horas de trabalho focado na ferramenta de publicação do Facebook ou em um aplicativo de postagem automática a sua escolha. É muito importante que você sabia seguir processos.  

4 – Quanto ganha? É fixo ou por comissão?
Aqui é parte da precificação: após conseguir criar seus pacotes de produtos e serviços, você vai tomar a decisão em criar propostas e contratos, escolher o prazo que deseja prestar seus serviços, sendo mensal, trimestral, semestral, anual ou por hora. O ideal é objetivar contratos de no mínimo 6 meses, assim conseguimos mensurar melhor o impacto positivo do seu trabalho, fazer relatório e enviar os resultados para os clientes.

Você decide quanto quer ganhar, mas a base para você definir seu preço depende de algumas variáveis, tais como: o seu valor no mercado, a sua expertise, a sua formação, o tipo de serviço que você vai prestar, a quantidade de tempo que você vai trabalhar, a sua dedicação se será esporádica ou exclusiva. 

Já tivemos clientes desde R$1.100,00 fixo no contrato de 1 ano até cliente de R$13 mil por mês com contrato de 6 meses. Nesse caso chamamos de “fixo”, pois são clientes com contratos. Porém, vai receber também propostas de parcerias por apenas comissões e cabe a você decidir se vai aceitar ou não, depende do ganha-ganha, ou seja, ambas as partes precisam lucrar com a proposta. Um exemplo de atuação em parceria é: uma empresa com grande quantidade de seguidores que não tem um site, você cria o site e divulga sua marca no rodapé ou acerta uma porcentagem de comissão sobre o faturamento a partir do momento que você está criando formas de renda para a empresa.

Tome cuidado ao fazer um trabalho gratuito somente com a comissão, sempre recomendamos as AV’s a pedirem um “Setup” inicial, ou seja, cobrar um valor inicial para desenvolver o projeto daquela empresa + a comissão.

5 – Quais são as exigências? O que preciso fazer?
Aqui depende de cada cliente, as exigências variam de acordo com cada contrato e do escopo de trabalho que você está realmente apta a assumir.

Por exemplo, se você for trabalhar como Social Mídia, precisa dominar estratégias e métricas, além de saber postar nas redes sociais. Interessante ter conhecimento do Canva ou alguma outra ferramenta de design para produzir criativos, Trello e Google Drive para gestão dos projetos, saber criar conteúdos atraentes em texto / vídeo. Além disso, é importante saber fazer uma ótima CTA = Chamada Para a Ação, otimizar seu tempo conhecendo a ferramenta de publicação do Facebook e alguns sites de agendamento de postagem.

Se escolher ser produtora de conteúdo, precisa ter linguagem escrita adequada, uma linguagem boa verbal e ideias para conectar pessoas. Pois o conteúdo é o coração de qualquer empresa, ele é o responsável por fazer as pessoas gostarem, depois seguirem consumindo esse conteúdo, em seguida confiar na empresa e por último comprar. Gostar de escrever é um dos diferenciais dessa área de atuação.

Nossa dica para você é: Aprenda a fazer diversos processos e tarefas, escolha o que mais gostou e te encheu os olhos, depois foque em ser especialista em determinada área. Pois ser AV é um mar de possibilidades e oportunidades, porém são as especialistas que se destacam e saem na frente. Além disso, pense em funções mais estratégicas e menos operacionais, é o que vai te trazer mais resultado financeiro.

6 – Quais são as áreas de atuação?
Muitas oportunidades são oferecidas às AV’s. Agora, as 12 principais áreas de atuação no mercado para esta profissão são:

  1. Marketing Digital
  2. Mídias sociais
  3. Marketing Estratégico
  4. Designer
  5. Gestão de Tráfego Pago (Anúncios)
  6. Atividades Administrativo-Financeiras
  7. Gestão e Produtividade
  8. Gestão de Agenda
  9. Produção de conteúdo, redação e revisão
  10. Atendimento ao consumidor
  11. Secretariado Executivo
  12. Pesquisa de mercado

Entretanto, há muitas outras oportunidades! Podemos mapear mais de 500 áreas de atuação! Fique no Blog do PAV para descobrir como a ser uma especialista na sua área de atuação. 

7 – Quais os serviços que a Assistente Virtual pode oferecer?
Atualmente os serviços da profissão são muitos, a escolha de quais oferecer depende das suas expertises e da demanda de cada cliente para o qual a AV quer oferecer seus trabalhos e das suas preferências.

Sempre indicamos que você crie seus próprios pacotes de produtos e serviços. Na Imersão PAV entregamos uma página totalmente estruturada para que você possa já ter ideias e criar seu próprio portfólio e arrasar nas vendas! Para te ajudar, criamos um E-book totalmente gratuito com 10 estratégias para vender na internet de forma orgânica, principalmente sem investir um centavo. Saiba como conseguir seus primeiros clientes através do nosso E-book e você pode baixar agora em nosso site profissaoassistentevirtual.com.br

8 – Como ser profissional e começar a trabalhar?
Se você chegou até aqui é porque tem interesse em ser uma profissional, a maior diferença entre a profissional e amadora é a constância, já pensou se no Blog do PAV nós publicássemos apenas 1 artigo por mês??? Ou mês sim e outro não???

Qual seria o resultado final? Ou pior, ter apenas uns 10 artigos aqui e não publicar mais nada!

Antes de tudo, para ser diferente das amadoras, você precisa:
            – Escolher o canal ou os canais que vai começar a divulgar seu trabalho: se escolher todos vai se frustrar e vai quebrar todos os pratos de uma vez. Assim sendo, se começar com um canal, deixar ele profissional para depois seguir para os outros, assim você vai começar a conquistar a confiança do seu público. As pessoas compram de quem confiam e se identificam.

             – A estrutura própria: não podíamos deixar de falar sobre sua estrutura própria, um grande erro das amadoras é achar que sói Instagram e Facebook está bom. Aí é que se enganam e se tornam mais uma no mercado. Faça um planejamento e crie sua estrutura própria, sua vitrine, um site com sua apresentação, página de vendas com seus pacotes de produtos e serviços, página de contato, página de depoimentos e blog, se possível.

Com certeza vai se destacar e se tornar a melhor na sua área de atuação. Lembra do que falamos em ser especialista? Então, chegou o seu momento de glória, existe um método, um passo a passo, com automação para você ter uma estrutura própria!

E se você precisar de ajuda, conheça a Imersão PAV, você vai receber o treinamento mais completo que existe no mercado para AVs e ainda ganha uma estrutura pronta para ser editada, isso mesmo! Você vai precisar trocar a foto, a mini bio, os depoimentos, personalizar os contatos e seus pacotes de produtos e serviços. Essa estrutura possui também um Blog com 10 artigos para começar a trabalhar, ou seja, não precisa começar do zero!

Estamos entregando tudo pronto para que consiga ter resultados e conquiste seus primeiros clientes imediatamente. CLIQUE AQUI e conheça a Imersão PAV.

9 – É necessário ter faculdade?
Não! A Priscila Spina, por exemplo, está cursando agora a faculdade e começou sua carreira no marketing digital como AV. É claro que quanto mais formações, cursos, treinamentos, conhecimento e prática você tiver, mais vai ganhar e crescer como AV. Ter uma faculdade vai te ajudar na autoridade e de repente fechar mais contratos com grandes empresas. Mas, para seus clientes o que conta é seu profissionalismo e sua entrega: sua integridade, honestidade, entregar o combinado ou mais que o combinado, rapidez, eficiência, dedicação, organização, disciplina, estratégias e o mais importante, a execução para o crescimento e resultado expressivo do cliente.

E consequentemente o seu crescimento, pois eles vão fazer depoimentos sensacionais para colocar no seu site!

10 – Para engrenar na Profissão Assistente Virtual siga o passo a passo
Se você deseja ser se destacar na Profissão Assistente Virtual, ser a melhor na sua área de atuação, precisa de um passo a passo eficiente para a estruturação do seu negócio, criando seus produtos e serviços para vender na internet e ao mesmo tempo desenvolver comportamentos adequados para se tornar quem você nunca foi e por isso não teve ainda os resultados que você gostaria! Precisa de fato das duas capacidades andando juntas, mente e prática! Chega de teoria, ela serve para te guiar, mas é a prática, mão na massa, ação que vai trazer resultados! Estamos te esperando do lado de cá, para te transformar em uma Profissional Assistente Virtual de sucesso, agora a decisão é sua!

Chegou a hora de você ser protagonista da sua própria história! A hora de agir é agora! Conheça o Imersão PAV imersao.profissaoassistentevirtual.com.br

São aulas com passo a passo e focamos no marketing digital, na construção da sua marca, estrutura, negócio, vendas e como conseguir seus clientes. Por isso te ensinamos a criar, mas entregamos tudo pronto para você só editar e ter um negócio de sucesso! Acima de tudo, nosso treinamento tem um valor justo e acessível a todos!

Tem uma frase que gostamos muito: “Se você não está no Google, você ainda não existe”. Sob o mesmo ponto de vista, reflita: estar no Google com seu site, blog, loja virtual, portfólio, depoimentos e muito mais é a mesma coisa de abrir uma loja física com uma vitrine linda para mostrar suas habilidades e oferecer valor ao mercado.

Na da Imersão PAV você vai descobrir como:

01 – Transformar suas ideias em negócios

02 – Conquistar Posicionamento e Autoridade na internet e porque isso é importante para seu negócio online

03 – Planejar sua jornada de sucesso

04 – Criar mais de 21 produtos e serviços para começar a vender imediatamente

05 – Começar a ter metas e a traçar uma Rota de Ação para realizar o que é necessário para ter resultados reais

06 – Precificar Produtos e Serviços e Criar Site Smart e Site Simples

07 – Superar Medos e a Ansiedade para trabalhar de forma mais leve, efetiva e feliz no seu Home Office

08 – Editar sua Página de Vendas

09 – Preparar propostas e contratos

10 – Gerenciar seu Home Office, onde e quando o sucesso ocorre

11 – Colocar o seu Funil de Vendas para trabalhar por você

12 – Criar produtos e serviços no Supercheckout e receber de forma automática

13 – Desenvolver Competências do Empreendedor de verdade

14 – Criar seu Site em 30 Minutos

15 – Ter Hábitos de Sucesso trabalhando em Home Office

16 – Estruturar as estratégias de vendas nas redes sociais

17 – Fortalecer-se, despertando seu poder interior

18 – Destravar e começar a gravar vídeos de alta conversão

19 – Segmentar seu público e criar anúncio no Facebook e no Google

20 – Produzir dinheiro, conquistando seus primeiros clientes.

Conclusão:
Depende apenas de você para ter resultados diferentes da maioria.

Basta só encarar a Profissão Assistente Virtual como Empreendedorismo e criar recursos para estruturar seu negócio com esses 10 passos e nunca mais depender de um emprego formal para ter sua renda todos os meses.

Aqui você vai poder trabalhar de casa, que têm muito mais vantagens e benefícios do que você imagina.

Então pare de procrastinar e aprenda a ter disciplina, ser organizada e produtiva para ter sucesso na sua nova profissão.

Vamos juntas! Nós acreditamos em você!

Vemos você do lado de cá!

Redação

Read Previous

Tendências de tecnologia para trabalho em equipe para 2022

Read Next

Crescimento da tecnologia blockchain demanda mais contratos inteligentes e exige profissionais do Direito preparados